Mulher é morta a facadas e tem garganta cortada na Vila Guaíra

0
4621

O corpo de uma mulher de aproximadamente 30 anos foi encontrado em um matagal, às margens da Rua Daysi Luci Berno, próximo à esquina com a Rua Goiás, no Guaíra, em Curitiba. A vítima, que não portava documentos, morreu com diversas facadas e ainda teve a garganta cortada pelos assassinos.

Era por volta das 16h30 quando moradores da região ouviram gritos de uma pessoa, mas acharam que se tratava de uma brincadeira entre crianças. Pouco tempo depois, veio a notícia de que a vítima estava morta com quase dez facadas. Sete golpes acertaram as costas e dois na barriga. Além disso, havia um ferimento no pescoço da mulher.

“Ela foi morta com aproximadamente nove golpes pelo corpo, e foi esgorjada, cortaram o pescoço. No local onde ela foi morta, não tem sinal de arrasto, indicando que ela morreu ali mesmo”, explicou o delegado Cássio Conceição, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A mulher é de cor negra e trajava uma camiseta de um time de futebol, calça jeans e chinelo. No local, do crime, ninguém soube repassar se ela era moradora da região. A princípio, a polícia descarta a hipótese de latrocínio, já que todos os pertences da vítima estavam ao lado do corpo. Além disso, ela também não aparentava ser usuária de drogas.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba. Agora, a DHPP aguarda a identificação oficial para iniciar as investigações. Denúncias podem ser repassadas pelo número 0800-643-1121. A ligação é gratuita e pode ser feita de forma anônima.

 

Guilherme Drabovski / Alexandre Xavier

(Foto: Alexandre Xavier)

SEM COMENTÁRIO